6 de janeiro de 2017

Gosto de tudo o que sou e do que tenho.


(...) Trabalhar a minha espiritualidade ou exercitar diariamente o meu melhoramento como pessoa, não faz de mim uma pessoa meiga, doce, fofa.

Nem me obriga a isto.

Faz de mim mais compreensiva, mais amorosa.

Meu temperamento é intempestivo, meu posicionamento no mundo faz com que eu viva numa eterna autovigilância para não ser hostil.

Eu me atiro, diariamente, de um pedestal imaginário que alguns me colocaram e isto é exaustivo.

Sou um ser humano cheio de reformulações íntimas para fazer, de questões emocionais para resolver. (...)

Não tenho vocação para recalques, não sinto inveja.

Gosto de tudo o que sou e do que tenho.

Não trocaria minha vida, meu corpo, meu estilo de escrita, minhas transgressões pelo "bom comportamento" de ninguém.

Eu não trocaria nem os meus problemas se pudesse optar (...)

Marla de Queiroz

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...