28 de janeiro de 2017

Ato de Amor


Hoje a minha fantasia
Improvisa-te em mim
Minha saudade inventa tuas mãos
Deitadas em meus cabelos
Acariciando-me a ansiedade
A dor desalinhada, a lágrima incontida

Hoje desfaço-me de todas as certezas
E reaprendo o caminho da vida
Nascendo para mim
Descalça e nua
Meu coração é voz, silêncio e asa
O inexplicável e o mistério
Que me leva à vastidão do mundo

Hoje despeço-me de qualquer desencanto
Não mais o olhar asfixiado
Sustendo os xales enlutados pela descrença
Deixo meu cansaço nos passos gastos
Devolvo-me o manto verde dos sonhos
E surpreendo a vida em manso aviso
Anuncio-me ao alvorecer de todos os dias
E oferto-me ao sol que se volta para o meu olhar

Fernanda Guimarães

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...