5 de novembro de 2016

Partir pra vida...


Do amor, sobra restos amorosos ou nada a considerar.

Somos herdeiros de um ranço fenomenal.

Ricos de sentimentos e também ressentimentos.

Nesse tempo que sobra, a gente ainda pode:

Esticar a corda

Estreitar o foco

Deixar de reler o passado

Aumentar o ritmo

Sentir o gosto do nada

Descobrir os sonhos

Partir pra vida

Parir os desejos

Enfrentar as curvas

Romper o óbvio

Largar de ser besta

Cair na real

Revelar as vontades

E viver.

Ita Portugal

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...