22 de outubro de 2016

Felizes daqueles que se deixam em paz!


Quem nunca ouviu ou disse a frase corriqueira "me deixa em paz!"?

Difícil responder "eu nunca".

Quem nunca?

Entretanto, a cada dia mais pessoas não se permitem um dia, um momento sequer, de contemplação.

Cada vez mais somos acometidos de uma espécie de sentimento de urgência.

E para tudo.

Mesmo as férias tão esperadas levam um tempo, talvez alguns dias, para serem assimiladas.

Tudo tem de estar em movimento, o tempo todo.

Nós e tudo à nossa volta precisa estar em ebulição.

Precisa mesmo?

Por que? Melhor, para quê?

Que tendência destrutiva é essa, dos tempos modernos, que não permite a paz?

Por que não nos deixamos em paz?

Atualmente a frase que mais estimo é esta: felizes os que SE deixam em paz.

Tenho buscado fazê-la concreta e diariamente.

E você, a quantas anda sua sensação de urgência interna?

Há quanto tempo não SE deixa em paz?

Cláudia Dornelles

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...