31 de outubro de 2016

Amizade: Espelho da alma


O ditado poderia ser: "diga-me quem são seus amigos e direi quem você é".

Minha vida é contada pelos vínculos de afeto que fui capaz de fazer, e pelos que não fui, aviso.

Frequentemente me espanto ao ouvir alguém dizer que possui muitos amigos.

Parece tão fora da minha realidade.

Possuo muitos conhecidos e, pasmem, possuo amigos que jamais conviveram comigo.

É isso: afeto não se explica.

Afinidade não se explica.

A gente vive ou não vive.

Ouso dizer que somos também contados por nossa lista de equívocos.

Você não os possui? Pois eu sim.

Várias vezes durante a vida somos remendados por nossos equívocos.

Eles, de certa maneira, nós apresentam o avesso.

Mas, também nos levam adiante.

Afinal, até tropeção só se dá para frente.

Cláudia Dornelles

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...