18 de agosto de 2016

Martha Medeiros disse...


Já tive torres internas que foram ao chão.

Torres altas demais para mim,

torres que nem chegaram a ficar concluídas (as de dentro nunca se concluem),

torres que me exigiram esforço,

até que alguém,

com uma frase,

ou com um gesto,

as fez virem abaixo.

Tinha gente dentro,

tinha eu.

Martha Medeiros

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...